Como evoluir na bateria: Dicas para estudar e se tornar um baterista experiente

Postado em: Bateria, Dicas, Teoria Musical

Baterista, responda rápido. O que é mais importante na música: talento ou dedicação ao estudo? A resposta é apenas uma e não deixa dúvida: O empenho e interesse em se dedicar aos estudos é o sucesso para a evolução em qualquer instrumento. Ser talentoso é importante, mas não é suficiente. É a dedicação que conduz o músico e o faz crescer em desempenho, consistência e técnica.

Quem quer desenvolver velocidade nas viradas, controle e rebote das baquetas, ganhar leveza do toque e mais flexibilidade e capacidade de movimentos precisa praticar bastante. Então se você deseja evoluir musicalmente deve ter compromisso com sua bateria. A fórmula para isso é organizar estudos regulares, o ideal são alguns minutos todos os dias. Para otimizar esse tempo, que nem sempre é grande, monte um cronograma de exercícios que vão ajudar na condução prática do seu estudo.

Inspiração e referências

Assistindo vídeos de outros bateristas consagrados mundialmente (temos uma lista de sugestões neste post) você vê como eles tocam e pode reproduzir as mesmas músicas. Mas até que seu som e seu desempenho lembrem o que você assistiu vão ser horas de dedicação, não desanime! Os grandes caras ainda estudam, praticam e executam movimentos básicos e ensaios, pode ter certeza.

A independência no instrumento, que dá lugar a criatividade, é conquistada conforme os rudimentos são exercitados incansavelmente. Rudimentos são para os bateristas o que as escalas são para os guitarristas, as melhores viradas e levadas mais espetaculares têm como base os bons e velhos rudimentos.

Organize seus estudos com a bateria

Sua vida é atarefada e cheia de compromissos, tenha certeza que não é exclusividade sua, mas se você deseja evoluir na bateria vai precisar separar um tempo para treinar diariamente. Como sugestão monte um cronograma. Encontre um período entre 20 e 30 minutos e organize sua semana.

  • Em alguns dias estude três ou quatro rudimentos. Treine golpes simples, golpes duplos e a combinação dos dois.  
  • No meio da semana assista vídeos de ritmos diferentes e treine levadas que está menos acostumado.
  • Volte aos rudimentos, pegando outros tipos que exigem mais técnica e passe 30 minutos praticando.
  • No final de semana, com um tempo maior, pratique alguma play along (quando você ouve uma série e acompanha em seu instrumento repetindo o que está ouvindo) e faça exercícios livres tocando as músicas que mais gosta e também praticando uma que exige mais de você.

Você Baterista

Essa é uma sugestão de organização de estudos para evoluir na bateria, caso você não queira estudar completamente sozinho e precise de um material de apoio, vídeo aulas e um professor online o Curso Você Baterista atende todas essas necessidades, nele os bateristas encontram dicas completas desde exercícios de alongamento e flexibilidade até execução de rudimentos e grooves diferenciados que vão formar um baterista completo.

Ficou interessado? Confere no canal do Youtube Você Baterista uns vídeos para entender como funciona e acesse a página do curso para encontrar todas as informações.