Bateria eletrônica, vale a pena?

Postado em: Bateria, Bateria Eletrônica, Curiosidades, Dicas

Você já parou para pensar o porquê de ter escolhido a bateria como seu instrumento? Talvez você toque há muito tempo, ou esteja começando a estudar música, indiferente de quanto tem de prática, existe um motivo para ser atraído por um equipamento musical tão cheio de detalhes.

O kit que compõe a bateria é, normalmente, grande, com diversas partes e que não pode ser facilmente transportado, como um violão por exemplo. Quando você está tocando as pessoas que estão ao redor vão ouvir e na hora de ensaiar pode se tornar um incômodo para quem não aprecia as batidas repetidas dos seus exercícios de ritmo e velocidade. Mas como nós já falamos aqui no blog, dedicação e comprometimento vão te tornar um baterista melhor.

Bateria eletrônica: Sua aliada

A notícia boa é que existe solução para continuar tocando bateria sem ocupar muito espaço e sem transformar seus ensaios em barulho para os vizinhos. A bateria eletrônica é a melhor alternativa para quem precisa de um kit pequeno e que possa controlar o volume do instrumento. Mas, será que vale a pena comprar uma bateria eletrônica?

A resposta vai depender da sua necessidade. Algumas pessoas investem no modelo eletrônico justamente para ensaiar. Outras precisam transportar com frequência e agilidade, outras ainda querem montar uma banda em um local que não oferece muito espaço e o modelo acústico não caberia. E quais são as principais diferenças entre elas?

 

Prós e contras da bateria eletrônica

Todo baterista sabe que a bateria acústica é diferente da bateria eletrônica, a ideia aqui não é te convencer que uma é melhor do que a outra, vamos apenas falar sobre os pontos mais discutidos em relação ao modelo mais moderno.

 

Prós

Toque a qualquer hora

Essa é uma das principais vantagens de quem escolhe a bateria eletrônica. Com ela você não fica limitado a um horário para tocar, uma vez que vai usar fones e a música vai ser ouvida só por você, sem causar ruído enquanto toca.

Dimensões do instrumento

o espaço ocupado pela bateria eletrônica é consideravelmente menor do que a tradicional e isso pode ser o principal motivo da sua escolha.

Mixagem

Com o modelo eletrônico a mesa de som vai precisar de apenas um canal para entrada, fazendo com que o equilíbrio entre o volume de cada instrumento seja encontrado com maior facilidade.

Mais de uma

A programação da bateria eletrônica permite uma variedade de kits no mesmo instrumento, basta escolher o seu preferido selecionando alguns botões. Uma boa opção para quem está aprendendo e gosta de comparar o desempenho.

 

Contras

Menos emoção

A bateria eletrônica simula os timbres da bateria acústica, uma alternativa para as possíveis dificuldades que já citamos. Alguns bateristas contam que não é a mesma sensação tocar no instrumento menor. Então, se você ama seu instrumento por ele ser imponente, a eletrônica não foi feita para seu estilo.

Durabilidade

A bateria eletrônica, como todo equipamento desse tipo, depende de componentes que podem estragar mais facilmente do que os bumbos, caixa e pratos da bateria acústica. Ela pode ser um instrumento para ensaios e apresentações ocasionais e não para uso constante e com toda sua vontade de tocar.

Confira o Review da Bateria Eletrônica X-PRO ED100

 

Sua necessidade é que manda

Depois de analisar esses pontos você já pode avaliar se a bateria eletrônica é uma boa opção para seu caso, ou se vale a pena continuar com o bom e velho kit tradicional, sem precisar entender de cabos e outros elementos eletrônicos.  

O mais importante é não parar de tocar, e se você quiser evoluir estudando técnicas aprimoradas conheça o novo curso Técnica de Caixa, da série Você Baterista, vídeo aulas para você ganhar mais velocidade, resistência e habilidade para as suas mãos.